quarta-feira, dezembro 1

..:: Hurricane: 30 Seconds to Mars ::..

Há dias eu vinha pensando em começar a fazer críticas de trailers e clipes, mas ainda não havia encontrado um que me chamasse atenção. Havia pensado em fazer do trailer de “Chapeuzinho Vermelho” sua versão crepuscularmente gótica, mas acabou passando.

Eis que hoje eu me deparei com uma história que o novo clipe da banda 30 Seconds to Mars havia sido censurada nos EUA. Então parei durante 13 min do meu dia para poder assistir e saber o motivo de tanto puritanismo.

A notícia do Omelete falava que ele havia sido censurado por mostrar imagens com teor SADO, violência sexual e alguma nudez. Bem... Sinceramente? Eu só encontrei o teor SADO. Agora, num país onde o Sadomasoquismo é praticado quase que por 90% da população, censurar um clipe como “Hurricane” do álbum “This is War”, que por sinal é muito bom é hipocrisia, para falar o mínimo.

Segundo a crítica americana causava incômodo nas pessoas. Deus... Sadomasoquismo não é nenhuma anomalia genética, nenhuma doença sexualmente transmissível, não é AIDS. Sadomasoquismo é uma prática sexual que, quando feito por pessoas que aceitam tal situação, é até bem saudável. Eu não vejo o motivo de criticar tanto o uso de algemas. Pra quem gosta é afrodisíaco.

A meu ver, acho que eu não ficaria em uma situação assim só porque... O Jared (Leto) levou quase o clipe todo pra preparar a parceira dele, enchendo a mulher de apetrechos e coisas de BDMS. Qual é? Com um cara LINDO como ele eu lá ia perder tanto tempo assim?

O clipe é dividido em três capítulos (Nascimento, Vida e Morte). Nos dois primeiros o contexto da história não fica assim tão clara, mas quando começa a terceira parte é que vemos que eles resolveram fazer uma crítica da falência da sociedade ocidental. Simples assim. Todas as situações mostradas no filme simplesmente mostram o quão desgastada está a sociedade “capitalista”.

As cenas de BDMS sinceramente não me causaram impacto algum, sério. Na verdade o que mais me irritou profundamente foi quando aparecem algumas pessoas queimando alguns livros (alusão à Segunda Guerra? Não sei). Isso é motivo de revolta, mas digamos que seja a primeira coisa que regimes ditatoriais fazem... Alienar seu povo para que este o siga cegamente sem questionamento. Então? Queimem livros... Todos. Isso me revolta, como pessoas ditas “educadas” podem queimar LIVROS? Essa é a única parte revoltante do clipe inteiro pra mim.

E mais uma coisa. O Jared é um cara multifacetado não é? Porque ele canta, interpreta, produz e dirige. Será que ele compõe e dança também? Além é claro de ser LINDO.

Clipe abaixo.

Beijos Uivantes.

Ass. Lobinha.

3 comentários:

Kaline disse...

Oie eu gosto muito dos clipes do 30 seconds...mas eu não consegui captar totalmete a mensagem desse clipse Hurricane. Você Poderia me ajudar mais detalhadamente?

Bianca F. disse...

acho que a queima dos "livros" gerou polêmica porque não são livros quaisquer como livros iluministas que foram proibidos durante um período mas são símbolos de uma religião bíblia e alcorão

lizzy blues disse...

Em Hurricane temos algumas simbologias que representam um processo de criação de personalidades e controle mental,talvez esse vídeo abaixo ajude-a entender melhor;) Beijo muah :*


http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=jNfptCCsiao